sexta-feira, outubro 07, 2016

Desvantagens de viver numa terra pequena

Ir às compras e quando um preço está mal marcado ser um filme dos diabos. Toda a gente sabe que se um produto se encontra marcado a um determinado preço temos o direito enquanto clientes de o levar a esse preço. Sei que não é bom para o trabalhador, possivelmente vai ouvir do chefe, sei o que isso é porque também trabalho em atendimento ao público e isso já me aconteceu algumas vezes. Sei também que a atitude da pessoa que vos está a atender é tudo. Hoje fomos às compras de manhã e fui comprar um amaciador de cabelo, estava marcado a 3.99€ mas quando chego à caixa passa a 4.09€, não é pela diferença, porque não é quase nada mas quando disse à senhora que o preço não era aquele ela exclamou logo, "Está bem marcado sim senhora!". Parecia eu que estava dizer a maior barbaridade de todos os tempos. Saiu da caixa disparada à minha frente e quando lá chegou estava uma daquelas etiquetas eletrónicas em frente ao produto, riscada e com o preço marcado de 3.99€. Volta-se para mim e diz "Não vez? Olha este aqui de cima?!" e aponta para duas prateleiras acima em que um amaciador da mesma marca mas de outra gama custava 4.56€. Eu só me começei a rir e disse-lhe "Não vale a pena! Isto não é a primeira vez..." e ela no alto da sua arrogância "Mas não queres levar? Não queres levar?". Acho que ninguém deve falar assim com ninguém, acho que hoje em dia e acontece mais nos meios pequenos não há muito respeito pelo cliente porque toda a gente se conhece.
 Eu voltei para a caixa e disse-lhe "Vou levar mas isto já aconteceu mais do que uma vez, já estou cansada disto..." ela voltou a fazer a mesma questão, "Mas não queres levar?" e ai deu cabo de tudo.
Disse-lhe, "Não se trata de não querer levar ao não, o cliente tem direito de levar o produto como está marcado e a vossa sorte de não haver reclamações é que todas as pessoas vos conhecem, isto está constantemente a acontecer, se eu quisesse levar ao preço que está marcado levava porque é isso que lá está marcado", ai é que realmente baixou a arrogância. Pediu-me desculpas no final e que ia avisar os chefes que aquilo estava assim. Aposto que amanhã se lá for espreitar está tudo igual.
A minha indignação é porque está constantemente a acontecer, acontece comigo e com muita gente e sinto que o respeito pelo cliente não é nenhum.

7 comentários:

  1. Infelizmente acho que é geral essa atitude de m*rda das pessoas que atendem ao público. Haja paciência, é que aí tinham mesmo de te devolver a diferença na hora. Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Haja paciência! Mas concordo contigo, quando há muitos "conhecidos", uma certa falsa "confiança", a coisa raramente corre bem... Acho que fizeste muito bem em impores-te de certa forma.

    ResponderExcluir
  3. Acho que tiveste bem... nas grandes superfícies nunca tive problema nenhum e trago sempre o produto pelo preço marcado. Quando se trata de comércio mais local, mas conhecido compreendo que nem sempre seja fácil esse confronto mas é nosso dever. E isso se acontece várias vezes é mesmo deixar de ter respeito pelo cliente.

    ResponderExcluir
  4. Há situações que me desagradam e de facto está é uma delas. E quem está no atendimento ao público, por vezes, pergunto-me eu como foram selecionados para o cargo, mas tal como dizes, numa terra pequena, a coisa complica-se ainda mais. Isto de tratar por "tu" um cliente é algo que não fica bem, a não ser que se conheçam muito bem. Mas a tua indignação é mais que justificada.

    ResponderExcluir
  5. Não ter razão e ainda destratar é inacreditável. E é mesmo o que dizes, a sorte é de não haver reclamações de cada vez que acontece.
    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  6. Já vivi na terrinha e entendo que não queira "arranjar chatices"...mas ai se isso me tivesse acontecido, tinha-me saltado a tampa!! Livro amarelo sff. Costumo dizer que se não dermos um murro na mesa, as coisas nunca irão mudar.

    ResponderExcluir
  7. Já vivi na terrinha e entendo que não queira "arranjar chatices"...mas ai se isso me tivesse acontecido, tinha-me saltado a tampa!! Livro amarelo sff. Costumo dizer que se não dermos um murro na mesa, as coisas nunca irão mudar.

    ResponderExcluir

Vá toca a comentar