segunda-feira, setembro 30, 2013

Há dias que não se devia sair de casa

Folga a dois todos contentes, meia hora depois folga estragada, batemos com o carro! Chiça penico!!!! Que nervos...


domingo, setembro 29, 2013

Tenho momentos

em que me esqueço das promessas que faço e que fiz e depois recomponho-me e continuo a lutar!

sábado, setembro 28, 2013

Hoje

pela primeira vez na vida, senti uma grande vontade de ser mãe. Segurei um bébé lindo com menos de 24h no colo e é uma sensação deliciosa. Parece que o relógio começou agora a fazer tic tac.


Recomendo

Gostei muito e recomendo. Quem gosta de um bom filme de terror não pode perder este.


sexta-feira, setembro 27, 2013

Por aqui

chove a potes, mas sabe tão bem esta chuvinha lá fora...



domingo, setembro 22, 2013

Prometi

a mim mesma que vou tentar andar mais relaxada, que me vou dedicar a coisas que gosto e que não faço há tempos. Que vou andar mais relaxada com o trabalho, com o peso e com a dieta. Prometi está prometido...



sábado, setembro 21, 2013

Levamos a vida


 a sonhar com as férias! Cheguem depressa amigas...pleaseeee


terça-feira, setembro 17, 2013

(...)

Sempre tive problemas com a minha mãe, há quem diga que ela tem um feitio dificil mas eu sempre senti que nunca fui boa o suficiente para ela gostar de mim. Desde sempre que o meu irmão é sempre colocado no pedestral, ele é coitado porque se farta de trabalhar é o maior em tudo e eu sempre fui o segundo plano. Sinto que por mais que faça ela nunca reconhece nada do que faço, sinto que o sentimento é " fazes porque é o teu direito", sinceramente nunca me senti amada! Nunca dei razão para chatices aos meus pais, nunca! Sempre que acontece alguma coisa com eles sou a primeira a correr para o pé deles e não sinto que o meu amor reconhecido. Ela leva a vida a implicar comigo, faço sempre tudo mal, não sei fazer nada e quando o meu irmão os visita é o fim da macacada. Temos de parar as nossas vidas e ir adorar o menino, temos de pôr os nossos planos de parte porque já sabemos que temos de lá ir almoçar e jantar. Se não o vamos ver, ai jesus que já nos estão a cair em cima, mas ninguém vê o nosso lado. 
Hoje foi dia de discussão ao almoço, a senhora ficou ofendida com uma coisa que lhe disse para bem dela e mandou bocas o almoço inteiro. Foi preciso me passar, lhe dizer que estava farta das bocas e não tinha necessidades disto, que comia muito bem em casa sozinha e sair disparada de casa dela. Veio falar comigo depois, não sabia o que tinha feito, nunca é nada por mal e ouviu com tudo o que andava engasgado há anos. Sinto-me mais leve mas desolada, porque sei que não vai adiantar de nada, não me sinto mais amada por ter dito tudo e acho que sinceramente nunca me vou sentir, porque não acredito que ela vá mudar.


Só acontece comigo?

Comprar calças é um drama!!!


domingo, setembro 15, 2013

Parabéns a nós!

Fazemos anos de casados! Pois é, há um ano atrás estávamos bastante nervosos (ele mais do que eu), cheios de medo que alguma coisa corresse mal e ansiosos por todos os momentos. Já cheios de saudades um do outro, pois como manda a tradição o noivo não dormiu com a noiva e nem se viram até à hora marcada. O dia foi vivido com bastante intensidade, lembro-me de dar um pulo da cama e já a minha família andava a mil. Ainda fui decorar o carro porque tive medo de o decorar na noite anterior e só pensava que me tinha de ir embora para a cabeleireira. Lembro-me como se fosse hoje de antes de sair de casa pegar numa fatia enorme de bolo de ananás e a minha mãe se chatear comigo e me dizer "como é que consegues ter fome? Pára de comer se faz favor" . Depois parece que o tempo voou e quando dei por mim estava a sair da cabeleireira, a chegar a casa, a vestir-me, estava a minha grande amiga T. a chegar para me maquiar e os convidados a chegar. Depois foram fotos e mais fotos e quando dei por mim estava na porta da igreja à espera que os meus amigos saíssem da tasca mais próxima (realmente só mesmo eles). Depois bati com os olhos nele, e ao contrário do que achava, que ia chegar à igreja e ia ficar enervadissima, fiquei cheia de calma assim que o vi. A minha vós não tremeu quando disse o sim, e eu que sempre achei que ia acontecer. Depois de sair da igreja foi a loucura, fotos e mais fotos e as loucuras dos amigos. Não comi quase nada nesse dia, valeu-me umas colheradas de arroz de tamboril e uma mousse de chocolate e no final da noite pensei "ainda bem que comi o bolo de ananás". Correu tudo bem, claro que há sempre coisas que não correm como queríamos mas as coisas boas superam tudo. Sei que nunca vou esquecer este dia, não só porque foi um dia inesquecível, como foi o dia em que me casei com o amor da minha vida! Aquele que é a metade de mim, sem qualquer sombra de duvida. Aquele que me conhece tão bem como ninguém, aquele que basta um olhar para topar que não estou bem, aquele que amo e vou amar até ao resto da minha vida.
Parabéns gato! Amo-te



quarta-feira, setembro 11, 2013

Já tenho saudades

do frio e de me enrolar numa mantinha à noite...


segunda-feira, setembro 09, 2013

É só um desabafo...

Cada vez mais me repugna a atitude das pessoas, parece que o seu objetivo de vida é atazanar os outros. Ficam contentes com os erros dos outros, com o fato de sentirem que metem os outros enervados e com medo. Nunca pensei, confesso, que houvesse por este mundo tanta gente "baixinha" de uma baixeza inexplicável. Daquelas pessoas que acordam de manhã e pensam "hoje apetece-me chatear aquela" e fazem disso um objetivo de vida. Cada vez mais me sinto rodeada de pessoas assim. Em tempos fiquei triste, chorei e sentia-me na merda cada vez que via ou me faziam alguma coisa do género. Hoje em dia cansei de gritar, de me arreliar e de chorar, simplesmente estou-me a cagar...



sexta-feira, setembro 06, 2013

Destino de férias

Ainda nos falta um mês para as termos mas já fizemos a reserva numa das vilas que mais amamos deste Portugal. Estivemos lá há quase um ano, na nossa lua-de-mel e revolvemos voltar este ano com mais calma, para podermos curtir da vila o que não curtimos. Confesso que fiquei de pé atrás, pois podíamos ir para um sitio que não conhecemos mas quando fizemos a pergunta da praxe um ao outro, "vamos para onde?", conseguimos responder o mesmo.
E que ela nos aguarde...


quarta-feira, setembro 04, 2013

Que nerbos

Como é que há pessoas que têm o poder de nos conseguir consumir os nervos?! Como?? A minha mãe é uma dessas pessoas! Tenho alturas que precisava de me enfiar num buncaro longe de tudo e de todos. Sinto-me estourada!