quarta-feira, março 06, 2013

O futuro a Deus pertence!

Quando há dois anos nos mudámos para o Algarve, pensávamos que estavamos a fazer a escolha certa. Certa, para o nosso bolso também, não é todos os dias que temos uma casa à nossa disposição sem pagar renda. Afinal passados dois anos, conseguimos ver que não foi a melhor decisão.O trabalho piorou, as pessoas à nossa volta pioraram e o tempo que temos um para o outro é muito escasso. O dinheiro não é tudo! Temos tantas saudades que sempre que estamos de férias ou de folga conjunta, partimos em direcção ao nosso Alentejo. Temos saudades, daquelas ruelas de calçada onde é impossivel andar de saltos altos, daquele calor infernal que no Verão nos faz pensar duas vezes antes de sair de casa, daquele cheirinho nas noites de Verão, que é impossivel de explicar, também daquele frio maluco que nos faz andar com 100 blusas em cima do corpinho. Da feira de São João...ai... a feira de São João e o jardim das laranjeiras cheio de pessoinhas até aos olhos. E saudades das pessoas. Aquelas pessoas que mesmo passados dois anos e mesmo não falando todos os dias conosco nos recebem com um sorriso nos lábios e que nos perguntam sempre "Quando é que voltam para cá?". Da parte da familia que lá ficou e que nos adora e que fica com um brilho nos olhos quando falamos em voltar. Quando nos deparamos com uma possibilidade de voltar, ficamos no estado em que estamos, a ver os prós e os contras, a ver casas em sites para alugar (enquando dizemos um ao outro que estamos só a ver por curiosidade) a fazer contas à vida pois vamos viver com o orçamento bem mais pequenino. A pensar no que vamos dizer ao lado da familia que vive ao pé de nós, que se formos não vai aceitar bem a nossa ida mas que não pode viver a vida por nós. A pensar como vai ser nos trabalhos, sendo este por incrivel que parece o nosso menor problema. A pensar o que vai ser da nossa vida?!


5 comentários:

  1. Oh querida... é certo que nos dias é mesmo muito difícil tomarmos uma decisão... decidir MUDAR. Digo-te de coração, aproveita enquanto não há crias e muda...muda e muda . Mais vale um orçamento pequenino que um moderado e triste...

    ResponderExcluir
  2. Não há nada como regressar ao sitio onde se é feliz e nada mais importa
    kis .=)

    ResponderExcluir
  3. Opah, nós estamos cá neste mundo é para ser felizes... Anda e combinamos um cafézinho aqui pelo alentejo claro!

    ResponderExcluir
  4. Bora vai em frente!
    Se não és feliz onde estás, não deixes nunca de lutar por passares a ser feliz!

    Não deixes escapar a oportunidade! Juntos e felizes vocês vão conseguir superar tudo de certeza :)

    ResponderExcluir
  5. Nunca são decisões fáceis mas acho que devemos lutar sempre por nós, para nos sentirmos felizes ao máximo, no curto espaço de tempo que aqui passamos... se não estão felizes, porque não arriscar?
    de qualquer forma, adorei as tuas palavras, a paixão com que escreves de casa, do teu alentejo :)!

    ResponderExcluir

Vá toca a comentar