domingo, agosto 28, 2011

Com os nervos em franja

É assim que ficamos quando vemos o que é nosso ser ameaçado por uma parvalhona qualquer, que depois de não sei quantos anos se lembra de aparecer. Mau Maria que se eu viro onça a menina vira papa da onça!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vá toca a comentar