segunda-feira, fevereiro 02, 2015

A mania das cores

Há anos (tipo mais de 6) lembro-me de usar bastante roupa castanha, verde e azul. Eram as minhas cores preferidas e por mais me tentasse desviar delas nunca conseguia muito, mas variava bastante entre as três cores. Há dias após uma daquelas fotos que o maridão anda a tirar à senhora minha barriga (essa que está mesmo a explodir) dei conta que não passo do preto e do cinzento. Todas as fotos da minha gravidez são com essas cores, abri a pestana e vi que realmente o meu roupeiro nos últimos anos são feitos dessas cores e bateu-me uma saudade dos castanhos, dos verdes e dos azuis. Após olhar para o meu roupeiro, aquele de fêmea que não está grávida dei conta que é mesmo verdade e sinto-me uma mulher "monocromática". Após me perguntar várias vezes o porquê acho, sim ainda acho não sei bem, que se tornou mais fácil para mim entrar nas lojas e ir direto às cores que me deixam na minha zona de conforto. De manhã é bastante fácil vestir pois tudo fica bem com tudo, mas claro que vou mudar isto porque confesso que de ver tanta foto nesses tons fiquei enjoada. Após os meu estado de graça abalar e minha forma voltar mais ou menos a mim, já prometi que irei atacar em força esta grande "monocromice" da minha vida.


2 comentários:

  1. Tenho alguma preferência por cores... tento sempre variar. Agora se o dia tiver cinzento e o humor também é que salta logo o preto.

    ResponderExcluir
  2. Acho que são fases. Andei aqui há uns tempos a comprar todas as peças em amarelo e azul vê lá tu!

    ResponderExcluir

Vá toca a comentar