domingo, julho 31, 2011

Agrafador do chinês

Em tempos precisei de um agrafador e o que pensei?! "Humm não me apetece dar 5 euros ou mais por um por isso, vou comprar ali um ao chinês da esquina". Lá fui eu, linda e morena comprar a porcaria do agrafador. Só vos digo que a partir desse dia a minha vida não foi mais a mesma, cada vez que penso em agrafar alguma coisa até tremo e porquê? Porque o bendito agrafador tem vida própria, se lhe dá para funcionar funciona, se não lhe dá para funcionar é para esquecer. Ah minutos lá pensei em agrafar a conta do meo e ele não quis funcionar, pedi ao L. para tentar arranjar e passado um minuto já o via a bater com o agrafador no chão. Passado estes meses todos e apesar de ter tentado, amigo agrafador vou colocar-te na sucata como tantos dos chins que por lá devem existir.
Conclusão: "Evy és muita parva, deste 2 euros pelo agrafador e olha no que deu?!" só digo que nunca, nunca, nunca mais já dizia a musica. Percebes??

Já foste amigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vá toca a comentar